Interrupção de chamada

Empresários alertam para o risco de apagão na Copa de 2014

Brasil precisa diversificar a matriz energética. A dependência da energia gerada por usinas hidrelétricas pode levar à falta de energia

Diversificar a geração de energia deveria ser uma preocupação do governo federal, concluíram empresários brasileiros e alemães no workshop "Desafios no setor de energia", durante o 31º Encontro Econômico Brasil-Alemanha (EEBA), nesta terça-feira (14), em São Paulo (SP).

A avaliação é que o modelo brasileiro de leilões de energia é eficiente para baixar preços, mas incentiva a concentração da matriz energética e aumenta os riscos de apagões. "O Brasil não pode correr o risco de blecaute na Copa de 2014", alertou o diretor de energia da SoWiTec Thomas Schulthess. As usinas hidrelétricas são responsáveis pela geração de mais de 75% da eletricidade do País, de acordo com o governo federal.

A solução passaria por incentivos do governo à produção de energia sustentável, estratégia que funciona na Alemanha. Após a tragédia na usina japonesa de Fukushima em 2010, o governo alemão se atentou para os riscos da concentração da produção de energia nuclear e mudou as diretrizes da geração elétrica no país. Desde então, incentiva investimentos em energia limpa.

A Alemanha consolidou a indústria de equipamentos para a geração eólica e empresas alemãs dominam 70% do mercado mundial, de acordo com Schulthess. "Nós temos a tecnologia e o Brasil precisa dessa tecnologia. Me parece a parceria perfeita", concluiu.

FOTOS - No Facebook da CNI você encontra galeria com fotos do EEBA.

NOTÍCIAS RELACIONADAS:
14.05.2013 - Incentivos à exportação e mão de obra qualificada são essencias para empresas
13.05.2013 - Saneamento básico e energia elétrica são essenciais para as megacidades
13.05.2013 - Dilma Rousseff convida empresários para licitações ainda em 2013
13.05.2013 - Brasil precisa investir em infraestrutura para ganhar competitividade internacional
13.05.2012 - CNI diz que Brasil não é protecionista e pede o fim da bitributação aos alemães
13.05.2013 - Presidente da CNI anuncia Mapa Estratégico da Indústria 2013-2022

Relacionadas

Leia mais

Encontro Econômico Brasil-Alemanha reunirá presidentes de grandes multinacionais
SENAI firma parceria com a Câmara de Comércio e Indústria Brasil-Alemanha para projetos de inovação
Interrupção de chamada acompanha Encontro Econômico Brasil-Alemanha

Comentários

Interrupção de chamada Mapa do site